domingo, 15 de janeiro de 2012

Editorial


Em nossa infância um livro quase mágico, onde pequenas letras de mãos dadas combinavam-se em múltiplas possibilidades, convidava nossa imaginação e curiosidade a compreender o que nos cercava. A aprendizagem está diretamente ligada a esta relação que temos com o mundo e como este atua sobre nós, pois é um processo que quando nos é apresentado provoca transformações profundas em nosso modo de ver a vida e, o desejo de transformá-la, é o que nos move a partir daí. Talvez por isto guardamos um carinho tão especial por quem nos alfabetiza, por nossa cartilha e por aquele momento indescritível de felicidade ao descobrirmos, no sorriso de orgulho de nosso mestre, que podermos ler e escrever sozinhos. E com estas memórias tão comuns a todos nós, de professoras e crianças, que o Acervo apresenta dez surpreendentes estórias: A professora, Tormento secreto, Quero meu filho!, A professorinha da cidade, Ladrão de felicidade, Um amor inesquecível, Uma família para David, Pérfida Intriga, O vento soprou sobre a terra seca e, o clássico Jane Eyre, com a biografia de sua autora Carlotte Brontë. Para encerrar, um curioso panorama de como, ao longo de quatro décadas, a publicidade abordou o tema Crianças e Professoras. Boa leitura.

Um comentário:

  1. joão , fantástico muito obrigado.

    gostaria de saber como posso adquirir estas revistas na língua italiana.

    ResponderExcluir