quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Um anjo de blue jeans


Uma pequena barraca está montada na clareira do bosque. Ainda é muito cedo, mas o céu está límpido e o ar frio. Contudo, o rigor do inverno nesta manhã não incomoda o rapaz protegido pelo saco de dormir. Lá fora, os primeiros rumores da natureza. Ele acorda e aprecia os ruídos e os raios de luz penetrando, através das frestas da barraca. Levanta, acende o fogo para preparar o café. Apanha o balde e caminha em direção ao rio, aspirando com prazer o cheiro da terra amanhecida. Quando chega à margem tem uma visão inacreditável. Uma moça... imóvel no frio, vestindo só uma longa camisola de dormir. As mãos sobre os joelhos e os olhos fixos na água. Parece não ter percebido a presença do rapaz que continua olhando para ela. Só quando chega bem perto é que ela o vê e assustada se retrai e pede para ele ir embora. Ele tira o blue jeans e oferece a ela. Use isto, diz ele, você está com frio. Assim começa a fotonovela Um Anjo de Blue Jeans. repleta de magias e mistérios. É a história de Sara (Viviana Vanni) André (o anjo de Blue Jeans), Rudi (Paolo Rosani) e Hilde (Karim Federssen). Rudi e Hilde são irmãos e pertencem a família Worden, rica e poderosa, mas doente. Sofrem de uma doença que passa de pai para filhos até que chegou a estes dois. Diz-se que eram belos como anjos e que viveram na solidão depois da morte do pai e só amavam a si mesmos. Praticavam rituais de magia negra em cerimônias estranhas e para fugir da punição de seus pecados fizeram um pacto com o demônio. Por isso foram condenados a não morrer jamais. 

 Almanaque Capricho- Nº 343 B
Um anjo de blue jeans
1974 - Editora Abril
79  Páginas
 
Download

Um comentário: