sábado, 12 de fevereiro de 2011

O Grande Industrial

Isabel, A linda Marquezinha de Beaulieu, está apaixonada pelo Duque Gastão de Bligny, um belo rapaz que também pertence a mais alta nobreza da França. São noivos e Gastão tem pedido a mão de Isabel. Continuar sendo ricos, ou passar a ser pobres, é o que significa para a familia Beaulieu, um litígio em que disputam milhões de uma fabulosa herança. Perdem o pleito e Gastão, esquecendo a palavra dada a Isabel, resolve casar-se com uma nova rica. Atenaide, criatura perversa e mesquinha, que desde o colégio, inveja e odeia Isabel, pela sua nobreza e distinção que a caracterizam. Há alguém que ama, e muito em segredo a Marquezinha. É um rapaz vindo de baixo, alguém que trabalhando arduamente desde garoto, chegou a posição de um grande industrial e possui milhões, Felipe Derblay. Isabel nunca pensou em outro que não fosse Gastão, seu primeiro e único amor, aquele destinado a ser seu marido. Mas ela acolhe com glacial frieza, com supremo orgulho a traição de seu ex-noivo...e casa-se com Felipe Derblay. Porém, aquela união indesejada é para ela algo superior a suas forças. Não pode amar Felipe com seu coração sangrando por outro homem. E tão pouco pode aceitar seus beijos, suas carícias e frases de amor. Felipe é também imensamente orgulhoso, e, sendo na noite de sua boda recusado por Isabel, estabelece um abismo entre os dois e passa a trata-la com a máxima indiferença. Moram sobre o mesmo teto, porem, como dois estranhos...Isabel voltará para Gastão que sonha em conquista-la? Ou a Marquezinha acabará persuadindo-se da superioridade do plebeu que com esforço se tornou o grande industrial Felipe Derblay, caindo em seus braços e reconhecendo-o como o homem de sua vida. Esta obra de George Ohnet foi consagrada em romance, no teatro e no cinema e agora em fotonovela protagonizada por Massimo Serato e Irene Galter

Nenhum comentário:

Postar um comentário